Author Archives: CruzeiroDouro

Passeio de barco no Douro – Conheça os melhores cruzeiros de 1 dia

O verdadeiro Rio Douro começa depois da sua foz. Existem cruzeiros em que pode percorrer o rio Douro até à Régua, Barca d’Alva ou Pocinho. As paisagens são de cortar a respiração. Quintas, vales, fauna e flora que proporcionam um espectáculo ímpar. O melhor destes cruzeiros é que basta apenas 1 dia para os realizar. Conheça o passeio de barco no Douro ideal para si.

 

Porto – Régua – Porto (subida de barco)

O cruzeiro parte do cais da Ribeira, junto ao Hotel Pestana. Enquanto se afasta do centro do Porto, será servido o pequeno-almoço a bordo. Aproveite este passeio de barco no Douro para relaxar e admirar a paisagem à sua volta. Inspire profundamente e sinta o aroma incrível da natureza que o rodeia.

Rapidamente se chega à barragem de Crestuma-Lever, com um desnível de 14 metros. Poderá saborear um vinho do Porto Aperitivo, para depois se deliciar com o almoço a bordo.
Ainda há mais uma eclusagem, desta vez da barragem do Carrapatelo, com um desnível de 35 metros. Acredite que vai gostar destas experiências.

Quando chegar à Régua poderá passear pelas ruas da cidade e explorar o que ela tem de
melhor. Para que possa desfrutar ao máximo das paisagens, o regresso ao Porto será feito de
comboio ou autocarro.

 


Porto – Régua – Porto (descida de barco)

Este percurso é exatamente igual ao percurso da subida no Douro. Apenas o início será diferente. Neste passeio, a concentração será na Estação de São Bento, para subir de comboio até à Régua. Quando chegar à Régua, embarque no nosso barco rabelo e percorra o rio Douro em direção ao Porto. O almoço será servido a bordo, assim como o lanche.

 


Porto – Pinhão – Porto (subida de barco)

O local de concentração será no cais da Ribeira, de onde o barco partirá em direção ao Pinhão. Logo após a partida, será servido o pequeno almoço a bordo. Desfrute das paisagens à sua volta, enquanto tira fotografias para mais tarde recordar.

O passeio de barco no Douro continua depois da subida da barragem de Crestuma-Lever. Será servido almoço a bordo e o barco irá subir também a barragem do Carrapatelo. A meio do passeio irá passar pela Régua, onde o barco irá parar e poderá sair para dar um pequeno
passeio por esta cidade.

O embarque será feito novamente por volta das 17H00 para continuar a viagem até Pinhão. Será feita mais uma eclusagem, desta vez a barragem de Bagaúste, com um desnível de 27 metros. Será servido um lanche a bordo enquanto aprecia as maravilhosas quintas que
produzem o vinho do Douro. E quando se aperceber, já terá chegado ao Pinhão. O regresso ao Porto é feito de comboio ou autocarro.

Para a realização deste cruzeiro tem de haver o mínimo de 25 participantes.

 


Régua – Pocinho – Régua (subida de barco)

Os cruzeiros com partida da Régua são uma boa opção para quem está hospedado nesta cidade.

Este cruzeiro começa no cais da Régua, onde irá entrar no barco e seguir rumo até Pocinho. Irá subir a barragem de Bagaúste e o pequeno almoço será servido a bordo. Irá passar pelo Pinhão durante o passeio. Tire fotografias a quintas que produzem os mais conhecidos vinhos do Porto.

Após a subida da barragem da Valeira será servido o almoço a bordo. E enquanto aprecia as paisagens maravilhosas à sua volta, chegou ao seu destino. Pocinho. O regresso à Régua é feito de autocarro ou comboio.

Para a realização deste cruzeiro tem de haver o mínimo de 25 participantes.

 


Régua – Pinhão – Régua (subida de barco)

Neste cruzeiro de 4 horas, irá embarcar no cais da Régua em direção a Pinhão. Será feita a subida da barragem de Bagaúste e será servido o lanche a bordo. Quando chegar, explore
Pinhão e conheça a história da estação ferroviária da aldeia. O regresso à Régua é feito de
comboio ou autocarro.

Para a realização deste cruzeiro tem de haver, no mínimo, 25 participantes.

 


Régua – Barca d’Alva – Régua (subida de barco)

É a partir do cais da Régua que é feito o passeio de barco no Douro com destino a Barca d’Alva. Passe pela barragem de Bagaúste enquanto é servido o pequeno almoço a bordo. Suba a
barragem da Valeira enquanto saboreia um Porto Aperitivo. Pouco depois é servido o almoço a bordo. Admire as margens do rio Douro em Pocinho até chegar a Barca d’Alva. O regresso à Régua é feito apenas de autocarro e para um número de pessoas que se justifique.

Para a realização deste cruzeiro, tem de haver no mínimo 40 participantes.

 

Com início na cidade do Porto ou na Régua, apresentamos-lhe estes 6 cruzeiros com duração de um dia. Escolher um vai ser difícil. Consulte os nossos preços e contacte-nos se tiver alguma questão. Embarque connosco!

Cruzeiro das 6 pontes – A opinião de quem já o fez

O cruzeiro das 6 pontes não deixa ninguém indiferente. A ribeira do Porto, a Foz do Douro, a grandiosidade das pontes e a marginal de Gaia são os pontos altos deste cruzeiro no Douro. Leia aqui a indicação dos pontos mais fortes por quem já fez este cruzeiro.

Mais do que um simples passeio de barco, o cruzeiro das 6 pontes é um passeio que nos faz voltar atrás no tempo para navegar num barco com anos de história. O transporte dos barris de vinho do Douro até às caves de Vila Nova de Gaia era feito nos barcos rabelo.

Leia a seguir as opiniões sobre este cruzeiro de pessoas de várias nacionalidades:
português, espanhol e inglês.

 


 

O que dizem os portugueses?

Ver a Ribeira de uma perspetiva diferente, as caves de vinho no lado de Gaia e a imagem das 6 pontes que unem as duas cidades atrai pessoas de cada canto do mundo. Até mesmo as pessoas locais!

“O Rio Douro faz parte do charme do Porto. Deve portanto visitar-se o Douro como se visita os Clérigos, o Majestic ou o Palácio da Bolsa. E uma maneira de visitar o Douro é fazer o Cruzeiro das 6 pontes, que permite conhecer uma boa extensão do rio e das coisas interessantes que estão nas suas margens. O serviço é bom.” – Vitor Evangelista

“Vale muito a pena o passeio para ótimas fotos e entender um pouco a história das pontes para o Porto.” – Rogerio Martins

“Este é um passeio que merece ser feito de dia e de noite. As vistas, tanto do lado do Porto como de Gaia são lindíssimas. Leve a câmara e dispare fotografias!” – My Travel Stories


 

Qual a opinião dos espanhóis?

Este cruzeiro de 50 minutos mostra a maravilhosa arquitetura das seis pontes, todas diferentes e únicas. É uma cidade que parece girar em volta do rio Douro, o protagonista incontestável da cidade. E os nossos turistas espanhóis adoram o rio Douro.

“Bonitas vistas desde el río. Muy recomendable el relajante paseo.” – Sara Del Ser

“Merece la pena dar un paseo en barco y ver la ciudad y sus puentes desde el río.” – Sergio Herrería Cruz

“Un bonito paseo por el douro. Permite una vista distinta de Oporto y Vila Nova de Gaia.” – José Luis Lopez Herrera

 

O que pensam os ingleses?

O cruzeiro das 6 pontes é um ponto quase que obrigatório na bucket list de quem visita o Porto. Todos os dias, os barcos rabelo saem do cais da Ribeira cheios de gente que quer experimentar o cruzeiro. Vindas de vários países, as pessoas querem explorar o rio e o que ele tem para mostrar. E os ingleses não são excepção.

“Amazing views, must do it.” – Deni Nedeva

“Beautiful.” – Verica Hajba

“Great cruise along the river in the sunshine taking in the sites with some interesting tidbits of commentary.” – Paul McCleary

 

Todos têm curiosidade em experimentar o cruzeiro das 6 pontes. Este é um cruzeiro tradicional que também irá querer fazer. Leia aqui mais opiniões de quem não perdeu a oportunidade de o fazer.

 

10 fotos incríveis que pode fazer quando visitar o Porto

O Porto é uma cidade que parece saída de uma página de instagram. Reunimos aqui 10 fotografias bem criativas que pode usar para se inspirar para quando visitar o Porto.

Quando se visita o Porto, é imprescindível visitar o rio Douro e as pontes que o sobrepõem. No total, existem 6 pontes que ligam a cidade do Porto a Vila Nova de Gaia. Sendo elas tão distintas, com arquiteturas e histórias tão diferentes, não há melhor maneira de as conhecer a não ser o cruzeiro das 6 pontes.

Com a duração de mais ou menos 50 minutos, desfrute deste cruzeiro quando visitar o Porto. Siga pela rota que os barcos rabelos faziam antigamente e admire a lindíssima paisagem e os edifícios característicos da Ribeira e de Vila Nova de Gaia. Saiba o que cada uma destas pontes históricas tem para lhe contar.

E mais! Aproveite esta oportunidade para tirar fotos fantásticas para mostrar à sua família e amigos. Publique-as nas suas redes sociais! Visitar o Porto num barco rabelo permite-lhe guardar e recordar para sempre algumas das vistas mais bonitas desta cidade. Deixamos-lhe aqui algumas fotos publicadas no instagram, para o inspirar nas fotos que tirar durante o passeio neste cruzeiro.

 

A Ribeira

A Ribeira é um dos lugares mais antigos e mais típicos da cidade do Porto. É uma zona muito frequentada por turistas e dispõe de vários restaurantes e cafés com esplanada e espaços de animação noturna.

 

A Ponte D. Luís I

E esta fotografia da ponte D. Luís I? É incrível, não é?

Construída por Théophile Seyrig, esta ponte tem um dos maiores arcos de ferro forjado do mundo.

 

A Ponte Infante D. Henrique

Depois da ponte D. Luís, passamos pela ponte Infante D. Henrique. Foi construída com o objetivo de substituir, na altura, o tabuleiro superior da ponte D. Luís I.

 

A Ponte D. Maria Pia

Que fotografia espantosa. Considerada uma das maiores obras-primas executadas por Gustave Eiffel, a ponte D. Maria Pia é uma ponte que foi desativada depois de mais de 100 anos de funcionamento. Foi substituída pela ponte que vamos ver a seguir, a ponte de São João.

 

A  Ponte de São João

 

A Ponte do Freixo

A ponte do Freixo é, entre todas as pontes, a que fica mais a montante.

 

A Ponte da Arrábida

A ponte da Arrábida é uma ponte emblemática e impressionante. Construída por Edgar Cardoso, esta ponte possui um dos maiores e mais elegantes arcos de betão, que deixa o povo de queixo caído desde os anos 60 até aos dias de hoje.

Que fotografias espetaculares! Já se sente com vontade de visitar o Porto, fazer o cruzeiro das 6 pontes e tirar fotografias de cortar a respiração?

Tal como a opinião de quem faz o cruzeiro das 6 pontes é muito importante para nós, sabemos que também é muito importante para si. Assim, deixamos-lhe duas avaliações de alguém que se deliciou com este passeio.

“Junto con las visitas a las bodegas, es una de las atracciones turísticas típìcas de Oporto. La duración es de una hora aproximadamente y te dan un paseo por los puentes e la ciudad. Se pueden hacer muy buenas fotos desde el barco. Interesante.” – Alfonso Rivas

“Este é um passeio que merece ser feito de dia e de noite. As vistas, tanto do lado do Porto como de Gaia são lindíssimas. Leve a câmara e dispare fotografias!” – My Travel Stories

15 locais imperdíveis numa visita ao Porto

Conheça 15 locais que não pode perder numa visita ao Porto. Porque devo visitar o Porto? Esta é uma pergunta que qualquer pessoa faz quando pensa visitar o Porto. Este é um guia detalhado do melhor da cidade do Porto.

O Porto é uma cidade especial. Cheia de particularidades únicas e locais incríveis para descobrir. Também conhecida como Oporto, é uma cidade marcada por séculos de história e por ter dado origem ao nome do nosso país. Conheça aqui o que não pode perder na sua visita ao Porto.

 

Fundação de Serralves

A Fundação de Serralves foi criada em 1989. É uma fundação que procura sensibilizar públicos de diferentes idades e origens sobre a arte contemporânea e a arquitetura. O Museu de Arte Contemporânea, a Casa e o Parque são espaços de destaque.

Pode consultar os horários aqui.

 

Casa da Música

A Casa da Música é uma sala de concertos que atrai logo os olhares dos que visitam a cidade do Porto. Com a sua arquitetura peculiar, a Casa da Música é o primeiro sítio em Portugal inteiramente dedicado a todo o tipo de música.

Pode visitar este espaço de segunda a sábado, das 09:30h às 19:00h. Em domingos e feriados, estão abertos das 09:30h às 18:00h. Nos dias de espectáculo está aberta até ao final do espectáculo e a bilheteira até meia hora após o seu início.

 

Capela das Almas

É uma capela construída no século XVIII e é caracterizada pelo seu revestimento em azulejo na parte exterior. São azulejos que representam situações da vida de São Francisco de Assis e de Santa Catarina.

 

Mercado do Bolhão

O mercado do Bolhão é o mercado mais típico da cidade do Porto.

Construído em 1914 e com uma arquitetura neoclássica, o mercado do Bolhão é considerado Imóvel de Interesse Público. Existem bancas com produtos frescos, como produtos hortícolas, flores, carne e peixe. Tem também zonas onde pode petiscar queijos e enchidos e, claro, o vinho do Porto.

O mercado está aberto de segunda a sexta, das 7:00h às 17:00h. Aos sábados, está aberto entre as 7:00h e as 13:00h.

 

Café Majestic

Inaugurado em 1921, o Majestic é um café cheio de histórias. Recorda a tradição dos cafés tertúlia, dos debates de ideias. Era aqui que se juntavam várias figuras da vida cultural e artística da cidade.

 

Casa Guedes

E quanto mais se aproxima a hora de almoço, mais a fome se aperta. Passe pela Casa Guedes, cuja especialidade é a sandes de pernil assado.

Mas há mais! Entre as sandes de pernil que estão sempre a sair, há tábuas de enchidos e queijos e uma deliciosa mousse de chocolate caseira.

 

Livraria Lello

A livraria Lello, considerada a livraria mais bonita do mundo, foi inaugurada em 1906 na rua onde a conhecemos hoje. Um edifício de estilo neogótico, é recheada de estantes de cima a baixo, todas elas cheias de livros.

No centro da livraria está uma lindíssima escadaria, que o leva ao piso superior. É também necessário dar especial atenção ao grande vitral no teto. É impressionante!

Pode visitar a livraria todos os dias, entre as 10:00h e as 19:30h.

 

Torre dos Clérigos

A sua visita ao Porto tem que ter paragem obrigatória na Torre dos Clérigos. Concluída em 1763, esta é a torre mais alta de Portugal. Tem 76 metros de altura e mais de 200 degraus, que o levam a uma vista panorâmica da cidade do Porto. É de cortar a respiração.

A Torre dos Clérigos está aberta todos os dias, das 9:00h às 19:00h.

 

Estação de São Bento

Quer venha de visita ao Porto de comboio ou não, pare no átrio da estação ferroviária de São Bento. Inaugurada em 1916, a estação tornou-se quase como um dos monumentos da cidade. É especialmente conhecida pelos seus painéis de azulejo, que representam alguns momentos da História de Portugal.

 

Muralha Fernandina

Visitar a Muralha Fernandina é um momento incrível numa visita ao Porto. Apesar de terem sido mandadas construir pelo rei D. Afonso IV, só ficaram terminadas durante o reinado de D. Fernando, daí o seu nome.

Com a evolução da cidade, as muralhas foram desaparecendo. Os dois fragmentos que vemos hoje foram os únicos que sobreviveram, sendo classificados como monumentos nacionais.

 

Cais da Ribeira

A Ribeira é o bairro mais emblemático da cidade do Porto. No passado, graças à ligação ao Rio Douro, esta zona tornou-se o centro da vida comercial da cidade, o que se mantém ainda hoje. Aqui pode encontrar vários restaurantes e cafés com esplanada, de modo a poder descansar e admirar a beleza do Rio Douro. Há ainda espaços de animação noturna.

 

Ponte D. Luís I

E já que anda de visita ao Porto e a passear pelo cais da Ribeira, atravesse a ponte D. Luís I.

Construída por Théophile Seyrig, esta ponte tem um dos maiores arcos de ferro forjado, com cerca de 172 metros. Tem ainda dois tabuleiros, sendo que, atualmente, o tabuleiro superior é destinado apenas ao Metro do Porto, e o tabuleiro inferior é utilizado por pessoas e automóveis.

 

Caves do Vinho do Porto

Uma vez que visitou e atravessou a ponte D. Luís I, aproveite para visitar as caves de um dos melhores vinhos da região. Em Vila Nova de Gaia há mais de 50 caves de vinho do Porto. Vai ser difícil decidir quais visitar.

 

Palácio da Bolsa

O Palácio da Bolsa foi construído em 1842 e tornou-se a Sede da Associação Comercial do Porto. Com uma arquitetura neoclássica, é hoje utilizado para eventos culturais e políticos da cidade.

O Salão Árabe é o maior destaque. Apresenta estuques do final do século XIX e as suas paredes são revestidas a folhas de ouro. Há caracteres arábicos que ocupam todas as paredes e o teto.

Pode visitar o palácio entre as 9:00h e as 18:30h, de Abril a Outubro. De Novembro a Março, o horário é das 9:00h às 12:30h e das 14:00h às 17:30h.

 

Igreja de São Francisco

A construção desta igreja iniciou-se no século XIV. Vista de fora, é uma igreja com uma arquitetura inteiramente gótica. Dentro dela, mostra uma das obras mais deslumbrantes do barroco em Portugal.

Entre Novembro e Fevereiro pode visitar a igreja das 9:00h às 17:30h. Entre Março e Abril, entre as 9:00h e as 19:00h. Em Julho, Agosto e Setembro, a igreja está aberta das 9:00h às 20:00h.